Oi amores!

O post de hoje é sobre uma tendência que veio pra ficar: o body de renda!! Mais uma prova que lingerie à mostra está com tudo!

Os primeiros corsets, na verdade chamados de bodies, foram desenvolvidos entre 1500-1550, feitos com barbatana de baleia e muito rígidos, davam ao corpo uma forma cônica e eram usados pelos nobres da Espanha e Italia. Havia tiras nos ombros pra sustentá-los e terminavam acima do osso pélvico. Em 1810 aparece na Franca um formato que separava os seios e a partir de 1850 a peça ganha o nome de corset, enfatizando ainda mais a cintura e agora sem alças.

No ano de 1900, surge um novo modelo de frente reta e curvas atras formando um “S” na silhueta. Porém com a Primeira Guerra Mundial, a peça desaparece aos poucos e é reintroduzido por Christian Dior, em 1940, num formato mais de corselet. Com o advento da Revolução Industrial e a produção em massa de roupas, eles passaram a ser utilizados também pela classe trabalhadora, além das classes altas e médias.

A renda é um material que fascina pela ambiguidade de mensagens que transmite: ao mesmo tempo delicada, símbolo de pureza e inocência, seu jogo de transparência é também associado à sedução e ao fetiche. A renda foi introduzida ao vestuário da corte francesa, em 1547, que importava o material da Itália (renda de agulha) e de Flandres (renda de bilros), os principais fabricantes à época. Mas como os custos de importação eram excessivamente altos, a corte francesa, sob comando de Luís XIV, decidiu então criar um pólo de manufatura de renda na região francesa de Alençon. No final do século XVIII, apareceram as primeiras rendas feitas à máquina, trabalhando diferentes fios como algodão, lã, seda e linho. Em seguida vieram os tecidos sintéticos. Hoje existem inúmeros tipos de renda e cada uma com um padrão de desenho diferente.

O corset e o body vivem hoje seus momentos de revival desde a época passada gracas as artistas como Madonna e Dita Von Teese que deram as essas peças um status de feminilidade, sensualidade e delicadeza. As Kardashians estão usando e abusando dessa tendência, principalmente com jeans skinny e calças jogging com uma pegada esportiva (simplesmente AMEI!).

A principal diferença do body pro corselet é que o body é uma peça inteira com abertura embaixo e o corselet vai só até a altura do umbigo. Essa trend realça ainda mais a sensualidade natural das brasileiras e tem tudo pra ser um sucesso nas noites quentes de verão!! Vem se inspirar!

19_11_2016_21_37_17

19_11_2016_21_40_26

19_11_2016_21_38_35

19_11_2016_21_39_35

Eu já usei essa tendência com calça jogging (Adidas inspired!), blazer marinho e adorei o resultado! Dica: a calça esportiva dá uma quebrada na produção sexy. Olha o meu look:

fullsizerender

Gostaram desse revival dos bodies de renda? Voces usariam?

xoxxo

Comentários

comentários